'Sobrevivi a meu marido e agora?': como violência doméstica marca mulheres para resto da vida

Naquela época, os costumes heterodoxos eram vistos como indícios de barbarismo e da presença do Diabo. Talvez, ainda hoje, o inconsciente das mulheres brasileiras esteja atrelado às idéias passadas por gerações. Todas as mulheres carregavam o peso do pecado original e, desta forma, deveriam ser vigiadas de perto e por toda a vida.

Busca mulher português 321460

Serviços Personalizados

Com o passar do tempo, aprendi a me virar sozinha, mas ainda preciso de ajuda em muitos momentos, relata. As histórias de Marina e Geziane ilustram as consequências de agressões contra as mulheres. Ainda segundo o levantamento, mulheres foram espancadas a cada horário no país em Na maioria dos casos, conforme o levantamento, a vítima conhecia o agressor — em muitos casos, era marido, namorado, ex-cônjuge ou vizinho. A pesquisa também revelou que a maioria das agressões foram registradas no ambiente doméstico. Muitas começam a ter dificuldades no trabalho. Dados da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, divulgados no fim de , apontaram que vítimas de agressões têm queda de produtividade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*