O plano feminista original para a igualdade de gênero: casamento família e integridade sexual

Em janeiro, pouco mais de cem anos depois que as mulheres conquistaram o direito ao voto, Kamala Harris tomou posse como primeira vice-presidente dos Estados Unidos. Usando o pensamento de Wollstonecraft como modelo para a defesa da igualdade entre homens e mulheres, Bachiochi aponta o que deu errado, dizendo que o feminismo contemporâneo fracassou em promover a igualdade e os direitos das mulheres porque rejeitou o pensamento feminista original, negando a importância da moralidadesobretudo no campo da sexualidade. Os homens se elevariam ao nível que as mulheres exigiam, acreditavam elas, defendendo que homens e mulheres buscassem a integridade e o conhecimento a serviço de seus deveres sociais e familiares. Em vez de reconhecer o valor da responsabilidade familiar e do autocontrole, as ativistas de hoje tendem a se ater sobretudo na autonomia e prazeres femininos, usando o aborto para tornar o sexo algo sem consequências. Para as feministas de hoje, alcançar a igualdade feminina requer que se permita que as mulheres se envolvam em relacionamentos sexuais, desviando-se das consequências da mesma forma que os homens. O livro de Bachiochi usa e abusa do conhecimento que ela tem do pensamento de Wollstonecraft. Se bem que Bachiochi sabe disso. O aborto parece tornar muitas mulheres infelizes? Talvez isso aconteça porque ainda temos que eliminar o estigma social envolvendo o aborto.

Mulheres para 300351

Quem somos

To marry or not to marry? Motives and expectations in relation to marriage. Motivos y expectativas con relación al matrimonio. O casamento tem sido cândido de intensos questionamentos, devido às transformações nas suas características. Este estudo teve por objetivo identificar motivos e expectativas de adultos jovens frente ao casório.

Uma contradição profunda

O olhar de três gerações de mulheres a respeito do casamento 1. Universidade Presbiteriana Mackenzie. O objetivo deste trabalho foi investigar o olhar de três gerações de mulheres a respeito do casamento e suas respectivas facetas. Buscou-se entender como as mulheres vivenciam e percebem os relacionamentos amorosos. Para tal, foi utilizado o método qualitativo e a amostra foi composta por seis mulheres, sendo duas adolescentes, duas adultas e duas da terceira idade. Com cada sujeito da pesquisa foi realizada uma entrevista semi-dirigida e aplicadas quatro pranchas do TAT. Segundo Bauman , na sociedade moderna encontrou-se uma método diferente de estabelecer relações amorosas. De acordo com Bauman ainda vivemos na era moderna, discordando de outros autores que consideram a época atual quanto pós-moderna. Para o mesmo autor, a sociedade moderna mascara o real intenção do ser humano social, que é o de se relacionar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*